Comunicação Social do MPPR

Planejamento Institucional

11/04/2016

MPPR inicia projeto de Gestão por Competências e projeto Atuação – Boas Práticas no MPPR

A primeira iniciativa do projeto “Gestão de Pessoas por Competências no Ministério Público do Paraná”, que tem por objetivo aprimorar a eficiência e a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos, a partir do desenvolvimento das competências organizacionais e humanas da instituição, foi apresentado nesta quarta-feira, 6 de abril, ao procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia. Trata-se de um curso de capacitação à distância, desenvolvido pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), que traz informações e orientações sobre a técnica proposta. Participaram da reunião integrantes da comissão gestora e da equipe responsável pela elaboração do projeto.

Curso

Inicialmente, o curso será oferecido a um grupo de cerca de 70 pessoas que exercem funções de gestão e administrativas, dentre elas os integrantes da comissão gestora e da equipe executiva do projeto, diretores de departamentos e coordenadores administrativos de unidades ministeriais. Na sequência, a capacitação será estendida, paulatinamente, aos demais membros e servidores do MPPR. O início das aulas está previsto para o dia nove de maio próximo. Os participantes da primeira turma receberão convite específico, via e-mail.

Por meio do treinamento, será possível conhecer conceitos de gestão por competências e compreender como a instituição e seus integrantes poderão se beneficiar dessa ferramenta que institui um conceito moderno de gestão de pessoas.

“A gestão de pessoas por competências é um processo que se inicia pelo conhecimento teórico de seu conceito. A ideia é disseminar essa conceituação prévia entre membros e servidores. Depois de realizadas as etapas do projeto, o objetivo é preparar a instituição para uma atuação interdisciplinar, com melhor aproveitamento dos talentos e habilidades pessoais de cada um, inclusive estimulando as mudanças de atitudes”, explica a procuradora de Justiça Samia Saad Gallotti Bonavides, que integra a comissão gestora do projeto.

O que é gestão por competências

Gestão por competências é um modelo de gerenciamento dos recursos organizacionais e humanos, que tem por base a identificação das necessidades da instituição e dos diferentes profissionais que nela atuam, a fim de potencializar o trabalho, com foco nos resultados. Ela parte do princípio de que, para atingir seus objetivos estratégicos, a instituição deve mapear o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) dos seus integrantes, alinhando essas competências humanas às competências institucionais, para garantir maior eficiência. A ferramenta permite, também, o aperfeiçoamento profissional e pessoal dos integrantes das instituições, uma vez que norteia os programas de capacitação.

O projeto do MPPR pretende renovar as práticas de gestão de pessoas, aplicando a técnica de gestão por competências. Entre as vantagens esperadas com esse modelo, destaca-se a melhoria do clima organizacional, a autogestão da carreira e do aprendizado, a facilidade de transmissão de conhecimentos institucionalizados e o fortalecimento da integração entre as áreas e entre os membros, servidores e gestores.

“Trata-se de um desafio da gestão pública, que proporcionará, ao longo de sua implantação, uma mudança radical na forma do ver, do sentir e do agir de membros e servidores. Isso implicará em mudanças significativas dos resultados institucionais obtidos, considerando que a força de trabalho do MPPR será empregada na sua plenitude”, afirmou o procurador de Justiça Bruno Galati, também integrante da comissão gestora do projeto.

Diretriz nacional

A iniciativa atende a uma exigência do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) no tocante ao desenvolvimento da gestão nos MPs de todo o Brasil. Pesquisa divulgada pelo Conselho em 2015, que abrangeu 70% dos Ministérios Públicos dos Estados e da União, apontou que, embora a gestão por competências não tenha sido totalmente implementada em nenhuma unidade ministerial do país, 85% delas dispõem de comissões ou comitês responsáveis pela implantação da proposta.

No MPPR, a comissão gestora do projeto foi implementada no ano passado e é formada pelos subprocuradores-gerais de Justiça Samia Saad Gallotti Bonavides (Assuntos Jurídicos), Bruno Sérgio Galati (Assuntos de Planejamento Institucional) e José Deliberador Neto (Assuntos Administrativos), além do promotor de Justiça Eduardo Augusto Salomão Cambi e dos servidores Luiz Carlos Mantovanelli, Maria Priscila Mazarotto Thomé e Leonora Simone Lucchese Piovesan. Há uma equipe executiva encarregada de concretizar algumas tarefas do projeto, integrada pelos promotores de Justiça Willian Buchmann e Fernando da Silva Mattos e pelos servidores Marina Campos Corrêa, Paulo Ricardo Brizola Gimenez, Tiago Juliano Ribeiro Severo e Victor Roberto Lesonhovski. Essa equipe, com base no que já vem sendo desenvolvido em outros MPs e nas experiências de diversos órgãos públicos, deu início ao projeto “Gestão de Pessoas por Competências no Ministério Público do Paraná”, que começa a ser concretizado a partir desse primeiro curso EAD.

Boas Práticas

Ainda durante a reunião, foram destacados os avanços de outro projeto relacionado à área de Gestão de Pessoas, o “Atuação – Boas Práticas no MPPR”. Elaborado por equipe multidisciplinar, composta por servidores da Subplan, do Ceaf e do DGP, o projeto prevê a valorização das iniciativas desenvolvidas por integrantes da instituição e a facilitação na troca de experiências entre setores e comarcas. Para isso, algumas ações estão sendo elaboradas, como um hotsite, no qual será possível consultar o Banco de Boas Práticas, a disponibilização de documentos, modelos e chat interativo sobre os projetos, além de vídeos com os participantes.

Agradecimento

O procurador-geral de Justiça Gilberto Giacoia agradeceu a todos pela dedicação aos projetos e iniciativas que desenvolveram na instituição, destacando a atuação dos subprocuradores-gerais de Justiça que o apoiaram durante sua gestão.

“Quero expressar minha mais sincera gratidão aos senhores, que neste ato representam o conjunto de membros e servidores que integram nossa instituição, por terem se dedicado todos esses anos com afinco, amor e profissionalismo às causas do Ministério Público, que também são as causas do povo paranaense. Faço o registro do privilégio que foi trabalhar ao lado de pessoas como a dra. Samia, o dr. Bruno e o dr. Deliberador, que não mediram esforços para modernizar e fortalecer nossa instituição, desempenhando suas funções de forma valente e primorosa. Samia deu à Subjur e ao Ceaf, cumulando-os, o melhor de si para uma gestão de qualidade, com a marca da dedicação e do entusiasmo institucional. Bruno, responsável pela introdução da cultura do planejamento estratégico, moldou as bases de modernização do Ministério Público do Paraná. Deliberador garante, com sua notável experiência e competência, a segurança administrativa que nos norteia. Eu só tenho a agradecer”. Com essas palavras, o procurador-geral de Justiça Gilberto Giacoia encerrou a reunião.

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Projeto de Gestão por Competências e Projeto Atuação - Boas Práticas

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem