Comunicação Social do MPPR

Criminal

14/12/2018

No último julgamento do ano por feminicídio no Tribunal do Júri de Curitiba, homem é condenado e recebe pena de 21 anos de reclusão

O Tribunal do Júri de Curitiba, no último julgamento de feminicídio deste ano, condenou um homem que matou a esposa em janeiro de 2017. A pena atribuída ao réu, por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e feminicídio) e ocultação de cadáver, foi de 21 anos e 4 meses de reclusão, mais 25 dias-multa (o equivalente a R$ 795).

De acordo com a denúncia, o réu matou a esposa após ela manifestar o desejo de separação. Em seguida, cortou o corpo em pedaços, que foram transportados até um matagal, onde ateou fogo. O réu já estava preso preventivamente e não poderá recorrer em liberdade.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, todos os casos de feminicídio julgados em 2018 pelo Tribunal do Júri de Curitiba resultaram em condenação.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4249

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem