Comunicação Social do MPPR

Improbidade Administrativa

13/04/2020

Justiça atende pedido do MPPR em ação por improbidade e determina bloqueio de bens de ex-servidor de Medianeira condenado por corrupção

Um ex-auxiliar do cartório criminal de Medianeira, no Oeste paranaense, teve os bens bloqueados liminarmente em R$ 4.739,44 por determinação da Justiça. O ex-servidor, demitido do cargo em 2019 após condenação criminal por peculato, concussão e corrupção ativa e passiva, é réu também em ação civil pública por atos de improbidade administrativa, ajuizada pela Promotoria de Justiça da comarca e que resultou na decisão liminar de indisponibilidade de bens para garantia de ressarcimento de danos ao erário.

O ex-servidor foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná em dez ações criminais, várias delas já com resultado de condenação. Além disso, foi requerido em outras duas ações civis públicas relacionadas aos atos praticados enquanto exercia a função pública. As investigações do MPPR constataram que, entre 2008 e 2018, o homem cometeu vários atos de apropriação e desvio de dinheiro público e inclusive chegou a “vazar” informações sigilosas para criminosos investigados, o que resultou no assassinato de uma testemunha.

(Processo número 0001738-44.2020.8.16.0117)

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 9116-0267

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem