Comunicação Social do MPPR

Criminal

29/10/2020

Vereador de Araucária e ex-chefe de gabinete denunciados pelo Ministério Público do Paraná são condenados por obstrução à justiça

Em resposta a denúncia criminal oferecida pelo Ministério Público do Paraná, por meio das Promotorias de Justiça de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, a Vara Criminal da comarca condenou um vereador do município e seu ex-chefe de gabinete (que também é seu cunhado) pelo crime de obstrução à justiça. Na sentença, proferida em 22 de outubro, foi fixada pena de 4 anos e 3 meses de reclusão ao vereador e de 4 anos e 11 meses ao ex-servidor.

O vereador chegou a ser preso preventivamente em abril de 2019, logo depois de ser interrogado em juízo, durante audiência de instrução e julgamento referente a outra ação penal na qual é réu. Na época, o MPPR pediu a prisão do parlamentar após a constatação de que ele tentou influenciar o depoimento de uma das testemunhas, que relatou o fato em juízo. Também foi preso preventivamente o cunhado do vereador, por ter coagido a testemunha durante a fase de investigação. A denúncia por obstrução à justiça foi apresentada pelo MPPR ainda no mês de abril do ano passado.

A audiência da qual o vereador participava ocorreu no âmbito da primeira fase (intitulada Mensalinho) da Operação Sinecuras, que apurou a existência de corrupção na administração pública do Município. O esquema consistia no pagamento mensal de propina pelo alto escalão do Executivo aos vereadores e teria vigorado de 2013 a 2016.

Autos números: 0004401-19.2018.8.16.0025 e 0012761-40.2018.8.16.0025.

 

Veja notícias anteriores referentes à Operação Sinecuras:

03/04/2019 – Vereador de Araucária é preso no âmbito da Operação Sinecuras, que investiga corrupção institucionalizada na administração do município

18/12/18 – MPPR denuncia nove ex-vereadores e vereadores de Araucária investigados por associação criminosa, concussão e lavagem de dinheiro

19/07/18 – Ação conjunta do Gaeco e da Polícia Militar resulta em prisão de ex-vereador de Araucária investigado na fase Mensalinho da Operação Sinecuras

16/07/18 – Investigado na Operação Sinecuras é condenado por obstrução à justiça

24/05/18 – Preso na Operação Sinecuras, ex-presidente da Câmara Municipal de Araucária tem pedido de liberdade negado pelo STJ

15/05/18 – Gaeco prende investigado na Operação Sinecuras, que apura crimes cometidos em Araucária e já levou à prisão vários políticos da cidade

13/04/18 – Mais três pessoas são presas em decorrência da Operação Sinecuras, que investiga crimes com envolvimento de políticos de Araucária

05/04/18 – Operação Sinecuras cumpre 21 mandados de prisão em Araucária

 

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem