Comunicação Social do MPPR

Direitos Humanos

27/05/2022

MPPR sedia reunião para construir programa de formação em direitos humanos destinado a integrantes do sistema de justiça e das forças policiais

Expresso MP

     

     

O Ministério Público do Paraná sediou nesta quinta-feira, 26 de maio, reunião entre integrantes do sistema de justiça e das forças de segurança pública do estado. O objetivo foi dar início às tratativas para a construção de um programa estadual de formação em direitos humanos voltado aos componentes do sistema de justiça e das forças policiais. O encontro é resultado da apresentação, em abril deste ano, de proposta formulada pelo MPPR e pelas instituições do sistema de justiça ao Governo do Estado para a redução da violência e do número de mortes causadas a partir de intervenções policiais.

A intenção é inserir de forma permanente e obrigatória na grade curricular dos cursos de formação do Poder Judiciário, da Defensoria Pública,  da Seccional Paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil e do Ministério Público, assim como das Polícias Civil e Militar, temas relacionados aos direitos humanos, contribuindo para o fortalecimento da democracia e estabelecendo estratégias para o enfrentamento à violência, ao preconceito e à discriminação.

Coordenado pelo procurador-geral de Justiça Gilberto Giacoia e pelo procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos do MPPR, o encontro teve a participação de representantes da Escola Superior do MPPR, da Escola Judicial do TJPR, do Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Paraná, da Escola Superior da OAB-PR, da Escola da Polícia Civil do Paraná, da Academia Policial Militar do Guatupê, da Escola de Educação em Direitos Humanos da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho e da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, instituição de ensino parceira da iniciativa.

“A temática dos direitos humanos deve ser estudada e profundamente conhecida por todos aqueles que compõem o sistema de justiça, assim como por quem integra as forças de segurança pública. É o melhor caminho para avançarmos na formação de servidores públicos ainda mais sintonizados com o estado democrático de direito, fundamentado na cidadania e na dignidade da pessoa humana”, avaliou o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto ao final do encontro.

Intercâmbio – Uma das deliberações decorrente das discussões foi o agendamento de um seminário, previsto para 7 de julho,  a fim de que as instituições troquem experiências e apresentem as iniciativas atualmente em curso dedicadas ao tema. Além da formulação de programa único em direitos humanos, a proposta é também que a cooperação interinstitucional resulte na estruturação de um observatório estadual de educação em direitos humanos, com permanente intercâmbio entre os órgãos envolvidos.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem