Comunicação Social do MPPR

Institucional

02/09/2010

02/09/2010 - PATRIMÔNIO PÚBLICO - MP do Paraná terá Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro

Instalação da unidade será viabilizada a partir de convênio firmado entre o Ministério Público Estadual e o Ministério da Justiça

Nesta quinta-feira, 2 de setembro, às 11h30, será assinado termo de cooperação técnica entre o Ministério Público do Paraná e o Ministério da Justiça para a instalação no Estado de uma unidade do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD). O termo será firmado pelo procurador-geral de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto e pelo secretário Nacional de Justiça, Pedro Abramovay, na sede do MP-PR (Rua Marechal Hermes, 751, Centro Cívico). Com a unidade no Paraná, serão ao todo 14 laboratórios em todo país, distribuídos em oito estados brasileiros. O LAB-LD é um centro difusor de técnicas e métodos para a produção de informações voltadas à investigação de crimes que disfarçam a origem de recursos ilegais. O diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) do MJ, Ricardo Andrade Saadi, também participa da assinatura do acordo.

“A instalação desse laboratório vai possibilitar grande avanço na atuação do Ministério Público, notadamente na área do combate à criminalidade organizada e os crimes contra o patrimônio público”, afirma o procurador-geral de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, que também é presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União.

De acordo com o Ministério da Justiça, o LAB-LD no Paraná será instalado em três fases. O termo de cooperação tem vigência até 31 de dezembro de 2011, podendo ser prorrogado, e inclui a aquisição de equipamentos e programas de computador, a replicação de metodologias e o treinamento de profissionais. A implantação desses centros especializados de tecnologia é uma das ações estruturais do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) para o enfrentamento à corrupção e ao crime organizado.


Informações para a imprensa com:
Patrícia Ribas / Maria Amélia Lonardoni
(41) 3250-4228 / 4229
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem