Comunicação Social do MPPR

Criança e Adolescente

06/01/2014

SEGURANÇA - Crianças desaparecidas

Compartilhar no Facebook©

 

PM já distribuiu 8 mil ‘pulseirinhas’ infantis

Operação Verão. Medida adotada pela Polícia Militar já ganhou a simpatia dos pais e ajuda a resolver mais rapidamente desaparecimento de crianças no litoral do Estado. Até agora, foram registrados apenas dois casos, e as crianças foram localizadas

PM já distribuiu 8 mil pulseirinhas infantis

Pulseiras estão disponíveis nas viaturas da PM e nos postos dos Bombeiros, além dos policiais da areia   (Foto de Cabo Valdemir da Luz/PM-PR)

As festas de fim de ano já passaram, mas a temporada de verão está só começando. Nessa época, é preciso redobrar o cuidado com as crianças nas praias para evitar desaparecimentos, afogamentos e outros problemas. Para isso, a Operação Verão, realizada pelo governo estadual desde 20 de dezembro no litoral, está distribuindo pulseiras de identificação para as crianças.

7 mil ‘pulseirinhas’ de identificação para crianças foram distribuídas nas praias do Paraná durante a Operação Verão do ano passado. Número deve ser bem maior este ano, estima a PM.

"Estamos descendo dos postos e indo até a areia entregar as pulseiras. Não atinge todas as crianças, mas ajuda na conscientização dos pais" - Ten. Caroline Costa, da Operação Verão.

"Até agora, já foram entregues 8 mil ‘pulseirinhas’. Os pais já têm consciência de procurar a Polícia Militar ou o Corpo de Bombeiros para identificar seus filhos. Isso reduz bastante o tempo de procura pela criança em caso de desaparecimento", conta a tenente Caroline Costa Picetskei, uma das porta-vozes da PM na Operação Verão.

Segundo a PM, até agora foram registrados dois casos de desaparecimento de crianças, um em Matinhos e outro em Pontal do Paraná. "As duas crianças foram encontradas, mas demorou muito mais do que aconteceria se elas estivessem com as pulseiras", orienta.

As pulseiras levam informações como nome da criança, nome do pai ou da mãe e o número de telefone celular.

Outros cuidados

Desde o início da Operação Verão até agora, três pessoas morreram afogadas no litoral, mas nenhum caso envolveu crianças.

Nenhum registro de queimadura por águas-vivas foi feito. "Felizmente, estamos sem muita incidência nessa temporada. Mas é preciso que os pais tenham cuidado", diz a tenente.

[Fonte: Metro Curitiba - 06/01/2014 - Edição nº 674, ano 3 - Pág. 04]

 

Ato relembra cinco casos de desaparecimento

Ato relembra cinco casos de desaparecimento

Famílias levaram faixas, oraram e distribuíram panfletos no Jardim Botânico ontem
(Foto de Rodrigo Félix Leal/Metro Curitiba)

Cinco famílias que têm parentes desaparecidos em Curitiba e região metropolitana fizeram um ato ontem à tarde no Jardim Botânico, na capital, para chamar a atenção da sociedade, dos turistas e também dos órgãos públicos para os casos.

Uma das organizadoras do evento é Lorena Conceição, mãe do menino João Rafael Kovalski, desaparecido em 24 de agosto, com 1 ano e 10 meses. Ele foi visto pela última vez quando brincava próximo a um rio no município de Adrianópolis. "Queremos evitar que (os casos) caiam no esquecimento e também pedir para o governador do Paraná (Beto Richa) ajudar com mais verba e estrutura para a polícia do Sicride (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas), para que ela possa fazer seu trabalho e não alegue que falta carro ou policial", desabafa Lorena.

Também participaram do ato as famílias de Crysthyan Nunes Kokurudza, desaparecido há 4 anos, em Monte Castelo, na cidade de Colombo; Lenize de Oliveira da Silva, desaparecida em 29 de novembro do ano passado, aos 16 anos, no Alto Maracanã, também em Colombo; de Marcelo Camargo de Jesus, desaparecido em 17 de outubro de 2009, aos 28 anos de idade, no bairro Tatuquara, em Curitiba; e de Evaldo Raksa, desaparecido em 15 de outubro de 2010, aos 49 anos de idade, quando estava internado no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo - segundo a mãe de Evaldo, o hospital alega que ele fugiu da entidade.

[Fonte: Metro Curitiba - 06/01/2014 - Edição nº 674, ano 3 - Pág. 03]

 

Calendário

•   25 de Maio
Dia Internacional da Criança Desaparecida

•   29 de Junho
Dia do Resgate das Crianças Desaparecidas

•   31 de Agosto
Dia Internacional dos Desaparecidos

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»   Calendário
»   Segurança

Referências:   (links externos)
»   Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos
»   SICRIDE - Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (PR)

 

 

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem