Comunicação Social do MPPR

Institucional

14/10/2010

14/10/2010 - FUNDAÇÕES - MP-PR busca extinção da Fundação que atendia a Casa do Estudante Universitário

A Promotoria de Justiça das Fundações e do Terceiro Setor de Curitiba, do Ministério Público do Paraná, apresentou ação civil pública contra a Fundação PRÓ-CEU Doutor Oséas de Castro Neves, conhecida simplesmente por PRO-CEU. Criada em 1999, em Curitiba, com finalidade ampla, relacionada diretamente à Casa do Estudante Universitário, a entidade deixou de prestar contas de diversos anos ao MP-PR, que em virtude disso agora requer judicialmente a extinção da fundação, que já estaria inativa há mais de dois anos. A responsável pelo caso é a promotora de Justiça Maria Natalina Nogueira de Magalhães Santarosa.

De acordo com a ação, proposta na semana passada (5), a PRO-CEU apresenta pendências nas prestações de contas referentes aos exercícios financeiros de 2002 a 2009. O envio dessas informações ao Ministério Público é uma das principais obrigações de toda fundação privada. A Promotoria relata ainda que buscou resolver a situação de forma administrativa, para evitar a via judicial, mas não obteve qualquer retorno por parte da entidade.


Informações para a imprensa com:
Patrícia Ribas / Jaqueline Conte
(41) 3250-4228 / 4229
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem