Comunicação Social do MPPR

Institucional

22/02/2011

22/02/2011 - CAXIMBA - Comissão é formada para acompanhar a recuperação da área do antigo aterro

Cerca de 150 pessoas compareceram à audiência pública realizada na segunda-feira, 21 de fevereiro, no bairro da Caximba, em Curitiba. Além da comunidade local, representantes da prefeitura, do poder legislativo municipal e estadual, do Tribunal de Contas da União, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da sociedade civil organizada, participaram da reunião mediada pelo Ministério Público do Paraná.

A pauta tratou da recuperação do passivo ambiental causado pelo antigo aterro sanitário da Caximba, local onde o lixo da Capital e de algumas cidades da Região Metropolitana foi depositado por mais de 20 anos. Também foram discutidas formas de reparar a comunidade pelos danos morais e ambientais sofridos durante todo esse tempo em que a área do aterro foi explorada.

De acordo com o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente, do MP-PR, em quase três horas de discussão, o IAP apresentou o Plano de Recuperação Ambiental da Caximba, aprovado pelo instituto, para a despoluição da área. Uma comissão foi formada com representantes dos moradores, de organizações não governamentais (ONGs) e de universidades para fiscalizar a aplicação do Plano e para elaborar um documento com as reivindicações da população para o bairro - como uma forma de compensação pelos os danos causados àquela comunidade.


Informações para a imprensa com:
Maria Amélia Lonardoni / Patrícia Ribas
(41) 3250-4229 / 4228
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem