Comunicação Social do MPPR

Institucional

14/04/2011

14/04/2011 - DOIS VIZINHOS - Motorista é condenado por homicídios com dolo eventual

Julgamento realizado ontem, 13 de abril, no Tribunal do Júri da comarca de Dois Vizinhos, na região Sudoeste do Estado, resultou na condenação do pedreiro Paulo Alves Dias, de 40 anos, a sete anos, dois meses e 15 dias de reclusão em regime semiaberto. Ele foi condenado por lesão corporal de natureza grave e duplo homicídio com dolo eventual na direção de veículo automotor. Considera-se dolo eventual quando a pessoa, embora não tivesse a intenção de cometer o crime, assume o risco de fazê-lo.

As mortes ocorreram em 28 de junho de 2008, quando Paulo dirigia seu veículo alcoolizado. Ele atropelou uma família: o casal morreu e a filha, então com 11 anos, fraturou a perna. Segundo o laudo de dosagem alcoólica feito pelo Instituto Médico Legal, logo após a prisão em flagrante, o motorista estava com 17,1 dc de álcool por litro de sangue (dirigir com índice igual ou superior a 6 configura crime de embriaguês ao volante).

Foi o primeiro júri envolvendo caso dessa natureza na comarca de Dois Vizinhos. O julgamento durou seis horas e meia. “Em geral, a maioria dos crimes envolvendo direção é enquadrada como crime culposo”, conta o promotor de Justiça da comarca, Josilmar de Souza Oliveira, que atuou no júri, presidido pela juíza Luciana Luchtenberg Torres.


Informações para a imprensa com:
Jaqueline Conte / Maria Amélia Lonardoni
(41) 3250-4226 / 4229
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem