Comunicação Social do MPPR

Criminal

29/03/2019

Estelionatário que tentou extorquir sindicato e que recebeu 90 mil reais vendendo imóveis que não lhe pertenciam é preso pelo Gaeco em Curitiba

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu nesta sexta-feira, 29 de março, em Curitiba, um estelionatário que aplicou diversos golpes na cidade. Na terça-feira, 26 de março, o Gaeco havia apresentado denúncia criminal contra o réu agora preso.

Conforme a denúncia, o homem tentou extorquir um sindicato patronal, apresentando-se falsamente como assessor de um desembargador e alegando que o magistrado estaria sendo pressionado pelo Gaeco para autorizar a deflagração de uma operação contra a entidade sindical, mas que não a autorizaria se recebesse algum pagamento do sindicato. Entretanto, o diretor do sindicato, em vez de ceder à chantagem, procurou o Gaeco, que informou não haver qualquer operação contra a entidade patronal.

Além disso, segundo apurou o Gaeco, o homem conseguiu vender para duas vítimas, por um total de R$ 90 mil, casas pré-moldadas das quais nunca foi proprietário, alegando ter recebido os imóveis como crédito trabalhista da empresa construtora, da qual, entretanto, sequer foi empregado.

[Processo número 0008531-54.2019.8.16.0013]

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4249

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem