Comunicação Social do MPPR

Institucional

12/11/2020

MPPR empossa novos integrantes do conselho curador do Memorial

Nesta quarta-feira, 11 de novembro, foram empossados os novos integrantes do conselho curador do Memorial do MPPR. A reunião foi realizada no Edifício Carta de Curitiba (bloco VI), na capital, ocasião em que o procurador de Justiça aposentado Sérgio Renato Sinhori foi reconduzido ao cargo de presidente.

Após assinar a Resolução nº 4438/2020, que dispõe sobre a nova composição do conselho curador, o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pela equipe do Memorial para a valorização da história do Ministério Público do Paraná. “Precisamos enaltecer iniciativas como esta, que resgatam e preservam histórias de glória de mulheres e homens que nos deixaram um legado de honra”, afirmou o procurador-geral.

Integram a nova composição do conselho curador do Memorial, além do presidente Sérgio Renato Sinhori, os procuradores de Justiça aposentados Cid Raymundo Loyola Junior e Valéria Teixeira de Meiroz Grilo, o procurador de Justiça Marcos Bittencourt Fowler, o presidente da Associação Paranaense do Ministério Público (APMP), promotor de Justiça André Tiago Pasternak Glitz, o coordenador de Assuntos Institucionais, promotor de Justiça Fernando da Silva Mattos, a servidora da Assessoria de Comunicação Maria Amélia Lonardoni, e o presidente da Associação dos Servidores do Ministério Público do Paraná (Assemp-PR),Vitor Alberto Fontoura Rodrigues.

Durante a reunião, o servidor Alexandre Augusto Galvão da Silva, coordenador executivo do Memorial, fez uma retrospectiva da atuação do setor, apresentando as principais atividades desenvolvidas nos últimos anos, e Sérgio Renato Sinhori destacou o objetivo da área em ser uma referência entre as unidades do MP brasileiro no trabalho de preservação da memória institucional.

Também estiveram presentes no encontro o ex-procurador de Justiça Ivonei Sfoggia, o diretor-secretário da PGJ, promotor de Justiça Willian Buchmann, o procurador de Justiça aposentado Rui Cavallin Pinto, e os servidores do Memorial Márcia Borges dos Santos, Mauro Domingues dos Santos e Vitor Lemes de Resende.

Edifício Carta de Curitiba

Na posse dos conselheiros, Gilberto Giacoia fez menção à história do Edifício Carta de Curitiba, que hoje abriga o Memorial e a Escola Superior. O prédio, que antes era ocupado pela Federação dos Empregados no Comércio, foi adquirido pelo MPPR em 2019, na gestão do então procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia. O edifício sediou, em 1986, o 1º Encontro Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça e Presidentes das Associações do Ministério Público, que resultou na elaboração da Carta de Curitiba. O documento serviu de base para o delineamento do perfil do Ministério Público brasileiro na Constituição Federal de 1988. Saiba mais.

“Este edifício faz parte da história do Ministério Público de uma maneira muito marcante, e a escolha do seu nome tem um significado especial na nossa trajetória institucional. Não foi à toa que definimos adquirir especificamente este prédio para integrar o complexo arquitetônico do MPPR no Centro Cívico e alocar aqui o Memorial do MPPR”, conta Ivonei.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem