Comunicação Social do MPPR

Institucional

30/10/2013

EVENTO INTERNO – Você sabe utilizar as redes sociais? Veja como foi o segundo dia da Semana Cultural do Servidor

“Novas Mídias: como utilizar as redes sociais a seu favor” foi o tema da palestra do segundo dia da Semana Cultural do Servidor. Gioceli Escorsin, professora de marketing digital da especialização em Comunicação Digital e e-Branding da PUC-PR, mestre em Administração de Empresas - Comportamento do Consumidor (PUC-PR), especialista em Gestão Estratégica de Pessoas e bacharel em Marketing, falou sobre as peculiaridades das redes sociais e sobre como participar delas de maneira racional.

Gioceli conceituou o tema, dizendo que redes sociais (entre as principais, Facebook, Twitter, Google+, Orkut, Tumblr, Pinterest) são ambientes de rede criados para conectar pessoas via internet e permitir que compartilhem informações entre si. Ressaltou que as pessoas sempre formaram suas redes sociais. A diferença é que agora elas têm caráter virtual, o que traz peculiaridades.

A professora iniciou sua apresentação pontuando, primeiro, a questão de quando ingressar na rede social, seja como pessoa ou como organização. Gerente de marketing de uma empresa que ainda não trabalha com marketing digital, ela afirma que não é aconselhável se lançar nessa área antes de buscar as condições necessárias para um trabalho realmente efetivo. “Por saber da teoria, sei o quão difícil é entrar nesse mundo e conseguir executá-lo da melhor forma possível. (...) Eu só vou entrar quando tiver tudo, quando tiver tempo e dedicação full-time. Não adianta contratar um estagiário e deixá-lo seis horas mexendo no Facebook. Isso não é marketing digital; isso não é mídia digital; isso não é conversar com as pessoas no ambiente virtual. Se eu não tiver uma pessoa full-time, com tecnologia avançada para isso, um bom computador, um bom tablet, um bom smartphone, com capacidade para conseguir fazer grandes postagens, eu não vou fazer”, disse, ressaltando, ainda, a importância de se ter um profissional habilitado para operacionalizar essa mídia, gerando conteúdo de relevância. E acrescentou: “Quero deixar um recado para vocês: não é o fim do mundo não ter rede social. Muito pelo contrário. Fico feliz quando ainda existem pessoas preocupadas com a operacionalização de mídias sociais, porque se não tivessem preocupadas com isso, fariam o que já falei: uma pessoa, quatro horas, qualquer que seja, postando conteúdos irrelevantes; isso só conduz ao fracasso. Que bom que tem gente que pensa em quando fazer, fazer bem feito”.

Como definir seu perfil - Falando mais sobre pessoas físicas, Gioceli afirmou que antes de entrar nas redes, o usuário deve pensar no perfil que quer ter, em como quer ser visto. Para isso, sugere um exercício de perguntas e respostas: Quem eu sou? De onde vim? Onde estou? Como sou? O que faço? O que sei? O que quero? Qual é a imagem que quero passar para os outros? E, ainda, perguntas de caráter emocional: O que me atrai? Qual é o meu ideal de vida? Quais são minhas paixões? O que me faz feliz? Quais são as causas em que sou engajado? Para ela, um perfil bem configurado conta muitos pontos para a imagem pessoal e para o sucesso on-line.

Gioceli afirma que devemos ser os mesmos, na vida real e nas redes sociais. “Tenho os mesmos valores, o mesmo caráter, a mesma personalidade, onde quer que eu esteja. Não sou um personagem”, diz. “De nada adianta eu fazer um perfil profissional (no LinkedIn, por exemplo) e no Face eu estar de biquíni, alcoolizada ou escrevendo coisas absurdas sobre quem me rodeia”. Para ela, tudo isso se refletirá quando a pessoa estiver prospectando amizades, carreira, etc. “As pessoas vão entrar em todas as redes sociais de vocês”. Por isso, ela sugere: no meio virtual, seja fiel ao seu estilo de vida e ao que você é; seja transparente (nunca se esqueça disso); mantenha bom senso entre o que pode se tornar público e o que deve ser mantido privado em sua vida; forme opinião e gere discussões sobre o que mais sabe; surpreenda... fale o que seus seguidores querem ouvir e o que eles esperam de você, nunca deixando de ser autêntico.

Imagem pessoal - A palestrante lembrou que nosso nome é nossa marca e que a imagem é nossa embalagem: “Só vou conseguir melhorar a minha imagem na rede se eu gerar conteúdo relevante”. Ela criticou posturas como as de usuários que contam cada detalhe do seu dia-a-dia na rede, fazem check-ins virtuais em todos os lugares por que passam, postam sem raciocinar antes. “Em cada post você diz um pouco sobre você, você mostra um pouquinho do que é”, com a diferença de que nossas palavras, neste caso, ficam “gravadas em pedra eletrônica” (como afirma Mário Persona). E isso pode gerar, inclusive, consequências jurídicas. Basta pensar que no Judiciário Brasileiro, nos últimos dois anos, foram ajuizadas 60 mil ações relativas à internet e às mídias, com pedidos de indenizações que variam de R$15 a 30 mil (isso se forem pessoas comuns, não públicas!).

Assim, Gioceli sugere que, antes de postar, o usuário se pergunte: Eu teria coragem de dizer isso pessoalmente? Eu gostaria de ler isso de estivesse no lugar da pessoa? O que eu escrevi expressa uma ideia preconceituosa ou pode, de alguma forma, ser interpretado como tal? No que este conteúdo pode comprometer minha imagem? O que estou postando pode, de fato, ser interessante para alguém? Qualquer pessoa pode entrar na minha página agora e não encontrar nada que eu não queira que seja visto?

E terminou a apresentação com uma provocação: “Precisamos de pessoas que acreditam que a evolução da Terra se dará pela consciência coletiva. E se usarmos as mídias sociais para o bem?”, sugerindo que cada um repense a forma de utilizar as mídias sociais e saiba aproveitá-las para o bem, próprio e do próximo.

Veja abaixo links de interesse sobre Redes Sociais e aqui a apresentação da palestrante, em PowerPoint (Caso não seja possível a visualização, entre em contato com a Central de Atendimento do DTI, no 41 3250.4999).

Coral MP Encanta -
O segundo dia da Semana Cultural do Servidor foi embalado pelas vozes do Coral MP Encanta, composto por integrantes do MP-PR, que apresentaram quatro canções da música popular brasileira: Caçador de Mim (Luiz Carlos Sá e Sérgio Magrão), Azul da Cor do Mar (Tim Maia), Gente Humilde (Vinícius de Moraes e Chico Buarque), Sementes do Amanhã (Gonzaguinha) e Cio da Terra (Milton Nascimento e Chico Buarque). Regidos pelo maestro Luiz Fernando Quintino Rosin, servidor do Centro de Apoio de Proteção aos Direitos Humanos, apresentaram-se e foram aplaudidos, em pé: Noeli Kuhl Svoboda , Juliana Mora Vita, Vera Lucia Duarte Misurelli, Silvia Selenko, Fernanda Selenko Duarte, Ana Claudia Da Silva, Ana Helena Blasi Lemos, Beatriz Terezinha Muller, Vanessa Klas Ferreira Schuchovski, Fernanda Regnier Chemim Guimarães, Vivian Maria Lima Picanço, Rui De Almeida Valente, Jose Ricardo Luiz Tavares, Josimar Isidoro, Cristian Dahmer, Luiz Fernando Quintino Rosin e Rivaldo (tecladista convidado).

Depoimentos - Antes da música, integrantes da instituição falaram sobre sua história no MP-PR. Maria Rosa Queris, funcionária encarregada da limpeza e manutenção da sede Centro Cívico, contou um pouco de seu trabalho, das dificuldades que enfrentou quando começou a atuar na sede da instituição, da alegria que tem em trabalhar no MP-PR, e deixou a lição que aprendeu: “Quando a gente pensa que alguma coisa é impossível, a gente vê que não é. E sempre tem alguém para nos ajudar”, disse. Também deram seus depoimentos a estagiária de ensino médio Bianca Roberta Ribas, da Secretaria de Gabinete da Procuradoria-Geral, e o procurador de Justiça aposentado Luiz Chemim Guimarães.

A gravação do segundo dia do evento já está disponível. Assista!

SAIBA MAIS
Links de interesse sobre Mídias Sociais


Fala de Mario Persona, palestrante, professor e consultor de estratégias de comunicação e marketing e autor de vários livros de negócios.

Entrevista com Helena Duncan, sócia-diretora da H+ Conteúdo e Relações com a Mídia e autora do projeto Etiqueta na Web.

Blog Etiqueta na Web

13 dicas de etiqueta nas redes sociais

11 comportamentos mais insuportáveis do Facebook


Banner semanaProgramação 2013 - Confira a programação da Semana Cultural

A Semana Cultural do Servidor termina nesta sexta-feira, 1º de novembro. O evento é realizado em Curitiba,Londrina, Cascavel, Ponta Grossa e Guarapuava, com transmissão ao vivo da programação de Curitiba, via webcast, para todo o estado. Veja quais foram as atrações em cada cidade:

Curitiba
Cascavel
Guarapuava
Londrina
Ponta Grossa

Veja a matéria sobre o primeiro dia do evento.

Webcast - Assista aqui a gravação do primeiro dia (Abertura, depoimentos, apresentação do Quarteto Iguaçu, palestra sobre Cinema).
(Caso não seja possível a visualização, entre em contato com a Central de Atendimento do DTI, no 41 3250.4999)
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem