Comunicação Social do MPPR

Institucional

26/03/2014

26/03/2014 - PONTA GROSSA - Homem é condenado a 14 anos de reclusão pela morte da namorada

O Tribunal do Júri de Ponta Grossa (Campos Gerais) condenou Dyonattan Siqueira, de 31 anos de idade, a 14 anos de reclusão pela morte da namorada dele, Franciele Aparecida Ferreira de Jesus, de 22 anos. A sessão de julgamento que o sentenciou por homicídio qualificado foi realizada nesta terça-feira (25 de março).

O crime ocorreu no dia 21 setembro de 2012, no Jardim Maracanã. Segundo a acusação, Dyonattan, com 29 anos na época do crime, esfaqueou a namorada em frente à residência dela, por motivo fútil. A Promotoria de Justiça relata que o réu teria ciúmes do fato de a jovem ainda manter contato com seu ex-marido, com quem ela tinha um filho.

O Ministério Público explica que a vítima chegou a ser socorrida pelo Samu e encaminhada ainda com vida à Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no dia seguinte.

Meses antes de cometer o crime, o réu havia fugido da Colônia Penal Agrícola, onde cumpria pena por condenações anteriores relacionadas a assaltos à mão armada em Ponta Grossa e Curitiba. Ele estava foragido no Jardim Maracanã, onde conheceu a vítima, com quem namorava há pouco tempo. O réu já se encontra preso novamente, desta vez em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4228 / 4469 / 4439
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem