Comunicação Social do MPPR

Institucional

14/12/2009

14/12/2009 - UNIÃO DA VITÓRIA - "Operação Contestado" resulta na condenação de 44 traficantes

Os representantes do Ministério Público de União da Vitória participaram nesta segunda-feira (14) de uma entrevista coletiva para prestar informações sobre a publicação de sentença criminal proferida pela juíza da Vara Criminal daquela comarca que, acolhendo as teses da denúncia oferecida pelos promotores de Justiça, condenou 44 pessoas pela prática dos crimes de tráfico ilícito de entorpecentes, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e crime organizado.

Os promotores ressaltaram, na oportunidade, que a operação policial que culminou com a deflagração da chamada Operação Contestado, em 1º de julho de 2006, e que levou à prisão dos réus agora condenados, contou na época com a participação de mais de 150 policiais civis e militares, que promoveram o cumprimento simultâneo de dezenas de mandados de busca e apreensão e de prisões preventivas em União da Vitória, Curitiba, Cascavel e Foz do Iguaçu, caracterizando-se por ser uma das maiores ações policiais conjuntas voltadas ao combate do crime organizado no estado.

Esclareceram ainda os promotores que este processo na atualidade conta com mais de 80 volumes e cerca de quinze mil páginas, sendo que somente a sentença condenatória é composta por mais de quatro mil páginas. Somadas todas as penas aplicadas aos acusados, ultrapassa-se o patamar de mil anos de prisão. Por fim, foi ressaltado que o sucesso da operação deve-se à união de esforços entre Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público, no intransigente combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas no Paraná, o que viabilizou a promoção de um proveitoso trabalho investigativo. Este trabalho contou com milhares de ligações telefônicas interceptadas com autorização da Justiça, documentos apreendidos, e ainda, com a utilização de recursos científicos sobre a transmissão de dados e de voz por meio de linhas telefônicas, produção de mapas cartográficos do crime organizado, organogramas, e oitiva de mais de uma centena de pessoas, entre testemunhas, informantes e acusados.



 Esta é a foto do processo. A pilha da esquerda (branca), é a sentença condenatória.


Informações para a Imprensa com:
Luiz Alberto Pena / Jaqueline Conte
(41)3250-4439 / 4229
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem