Comunicação Social do MPPR

Institucional

09/02/2017

09/02/17 - CIDADE GAÚCHA - MP-PR expede recomendação para garantir a fiscalização de possíveis focos do Aedes aegypti

A Promotoria de Justiça de Cidade Gaúcha, Noroeste paranaense, expediu nesta quarta-feira, 8 de fevereiro, recomendação administrativa ao Município para que, em cumprimento às disposições legais, adote as providências necessárias para a fiscalização preventiva dos pontos estratégicos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya. No documento, o Ministério Público do Paraná destaca ainda a necessidade da devida penalização administrativa de todos os agentes públicos que descumpram a normatização sanitária relativa à questão.

Na recomendação, o MP-PR determina prazo de dez dias para um retorno da administração municipal. Segundo a Promotoria de Justiça, o pedido de providências ao Município foi necessário em virtude de informação da Vigilância Sanitária de que há na cidade muitos pontos passíveis de proliferação do mosquito e que a prefeitura não estaria penalizando, nos termos da lei, os responsáveis por estabelecimentos e residências que se revelavam focos em potencial.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4469


09/02/17
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem