Fabricante de brinquedos multada em mais de R$ 400 mil.

Data 03/05/2011 | Assunto: Consumidor

Em julho de 2009, o Projeto Criança e Consumo denunciou ao Procon-SP a publicidade de brinquedos da linha Max Steel, fabricados pela empresa Mattel. A campanha, além de dirigida ao público infantil, dava a entender que os brinquedos poderiam se movimentar sozinhos, o que não era possível na vida real. A publicidade foi considerada enganosa e abusiva.

O Procon aplicou multa no valor de R$ 407.324,45, publicada no Diário Oficial no fim de março de 2011. A decisão é definitiva na esfera administrativa e só pode ser contestada judicialmente.

Os apelos do mercado para o consumo infantil são recorrentes e têm na televisão o principal meio de divulgação. Em outubro de 2010, a equipe do Projeto Criança e Consumo monitorou cinco canais infantis da TV fechada (Discovery Kids, Cartoon, Disney XD, Nickelodeon e Boomerang) e dois canais abertos (SBT e Globo) para identificar a quantidade de publicidade dirigida a crianças.

Foram monitoradas dez horas de programação (das 8h às 18h) e identificadas cerca de 350
publicidades diferentes, com um total de aproximadamente 1.100 inserções comerciais.

Mais de 76% dos anúncios foram de brinquedos. As empresas que mais anunciaram foram a Hasbro, com cerca de 260 inserções de 60 produtos diferentes; Mattel, com quase 200 inserções de 55 produtos; e a Candide, com aproximadamente 50 inserções de 25 produtos. (Com informações do saite www.criancaeconsumo.org.br )

Veja no Youtube vídeos com imagens dos personagens Max Steel.

http://www.youtube.com/watch?v=M8v57wlcP_I

http://www.youtube.com/watch?v=0Nus945nyag&feature=related





Fonte: Espaço Vital.
Acesso em: 03/05/2011.





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=13238