Anatel terá sistema on-line de acompanhamento do serviço das operadoras

Data 26/07/2012 | Assunto: Consumidor

Mecanismo permitirá ao consumidor monitorar o cumprimento das metas impostas às empresas de telefonia. Vivo, Sercomtel e CTBC também terão de entragar plano de qualidade
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pretende publicar no site da agência uma planilha com todas as metas que serão impostas às empresas de telefonia móvel e o cumprimento de cada uma, mês a mês.

De acordo com o superintendente de Serviços Privados da agência, Bruno Ramos, será criado no site da Anatel um espaço para dar transparência às informações, tornando possível que os próprios consumidores possam comparar os indicadores de evolução de cada empresa.


"Após receber o documento final de todas as operadoras, nossa ideia é ter on-line uma planilha para que, de alguma forma, seja fácil para população acompanhar os pontos de controle e avaliar se a operadora atingiu o objetivo", explicou.

A agência também informou que o sistema será atualizado mês a mês pelos próximos dois anos. "Teremos, por exemplo, os dados de congestionamento, qual o patamar que deveria estar e se naquele período a empresa cumpriu o que foi determinado", disse.

A partir desta segunda-feira (23), entrou em vigor decisão da Anatel de suspender, por problemas na qualidade dos serviços prestados, as vendas de novos pacotes de voz e dados da TIM (em 18 Estados e Distrito Federal), da Oi (em cinco), e da Claro (em três).

Vivo

Executivos da Vivo estiveram pela primeira vez na Anatel para conversar sobre o plano que a operadora terá de apresentar à agência, com planejamento de melhorias e investimentos que serão feitos em todo país, pelos próximos dois anos. Para a agência, a reunião foi "produtiva".

Apesar de a companhia não ter sido punida com a suspensão das vendas, que vale desde segunda-feira para TIM, Oi e Claro, a empresa também terá de apresentar metas de qualidade e melhorias para os atuais usuários, além de um planejamento detalhado que indique como a companhia vem se preparando para receber os novos clientes.

Duas outras empresas do setor de telefonia móvel, a Sercomtel e CTBC, também estão na mesma situação da Vivo e terão até o dia 17 de agosto para entregar o plano de qualidade para a Anatel. As duas, no entanto, ainda não marcaram audiência com técnicos da agência.

De acordo com o superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, a empresa levou um plano detalhado e "sistêmico", que ainda vai precisar ser expandido para tratar, individualmente, de cada estado.

Representantes da operadora devem voltar à agência na próxima semana para mostrar as alterações no texto.
"Eles trataram dos investimentos na rede, da compra de novos equipamentos, do planejamento para o aumento da comunicação de dados no Brasil, mas nós queremos isso por estado", afirmou. O superintendente disse ainda, que apesar de operadora ter de fazer alterações no documento, a reunião foi "produtiva".

Fonte: Gazeta do Povo, 26/07/2012




Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=13382