O Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça dos Direitos Constitucionais está com inscrições abertas para estágio de Pós-Graduação em Serviço Social

Data 23/03/2012 | Assunto: Direitos Humanos

Poderão se inscrever os graduados no curso de SERVIÇO SOCIAL, que estejam cursando pós-graduação, em cujo projeto pedagógico exista previsão da realização de estágio.
As inscrições serão realizadas no período de 26 a 30 de março de 2012, na Subsede Tibagi, localizada na Rua Tibagi, 779, sobreloja.

                                                     Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça dos Direitos Constitucionais


                                                                                                         EDITAL N.º 001/2012


                                                    Teste seletivo para ingresso ao quadro de estagiários do Ministério Público do Estado do Paraná


O Procurador de Justiça, Doutor Alberto Vellozo Machado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Protocolo n.º 24167/2011, resolve


                                                                                                          TORNAR PÚBLICO


o presente edital, que estabelece as instruções destinadas à seleção e contratação de estagiário de pós-graduação em Serviço Social para atuar no CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS.

1 - Dos requisitos: poderão se inscrever os graduados no curso de SERVIÇO SOCIAL, que estejam cursando pós-graduação, em cujo projeto pedagógico exista previsão da realização de estágio.

2 - Da vaga a ser preenchida: o candidato selecionado poderá ocupar uma (1) vaga existente junto ao CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS, com carga horária equivalente a 6 (seis) horas diárias, de segunda a sexta-feira. Os demais aprovados formarão cadastro de reserva para eventuais vagas que surjam.

3 - Do programa:

• Código de Ética Profissional e Lei nº 8669/93;

• Constituição Federal de 1988, artigos: 1º ao 6°, 182 a186, 203 a 214;

• Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS;

• Política Nacional de Assistência Social - PNAS;

• Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social – NOB/SUAS;

• Norma Operacional Básica de Recursos Humanos – NOB-RH/SUAS;

• Programa Bolsa Família: gestão e acompanhamento de condicionalidades;

• Política Nacional para a População em Situação de Rua – Decreto nº 7.053/09;

• Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas;

• Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – PNSAN – Decreto nº 7.272/10.

• Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais – Decreto 6.040/07;

• Noções básicas de informática. 

4 - Das inscrições: serão realizadas no período de 26 a 30 de março de 2012, na Subsede Tibagi, localizada na Rua Tibagi, 779, sobreloja.

5 - Da documentação necessária: o candidato deverá anexar no momento da inscrição, os seguintes documentos:

a) fotocópias da cédula de identidade e do CPF;

b) ficha de inscrição preenchida com os dados solicitados, a qual será fornecida pelo órgão ministerial;

c) comprovante de matrícula (atualizado) em curso de pós-graduação.

6 - Do teste seletivo: será realizado em duas etapas:

a) 1ª etapa: prova discursiva a ser aplicada no dia 09 de abril de 2012, das 14h00 às 17h00, na Rua Tibagi, 779, sobreloja, com caráter eliminatório e classificatório.

b) 2ª etapa: entrevista pessoal e análise de currículo a ser realizada no dia 13 de abril de 2012, a partir das 14h30, na Rua Tibagi, 779, sobreloja, com caráter meramente classificatório.

7 – Os classificados até a 5º (quinta) colocação na 1ª etapa que atingirem nota mínima 6 (seis) na prova discursiva serão convocados para entrevista.

8 - Da classificação final: serão classificados em resultado final os candidatos que atingirem a nota mínima 6 (seis), considerando-se a nota da prova discursiva (10,0) e da entrevista e análise de currículo (10,0), com igual peso, mediante cálculo de média simples.

9 - A ordem de preferência na contratação será da maior para a menor nota, observadas, inclusive, as frações atribuídas.

10- O não comparecimento do candidato nos dias e horários acima especificados implicará na sua automática desclassificação.

11 - Dos resultados: serão divulgados a partir das 14h30, na página do Centro de Apoio dos Direitos Constitucionais e serão afixados em edital na Subsede Tibagi (Rua Tibagi, 779):

a) resultado da 1ª etapa: dia 11 de abril de 2012;

b) resultado final: dia 16 de abril de 2012.

12 - A contratação de candidato aprovado dependerá da conveniência do Ministério Público do Estado do Paraná. Os casos omissos serão resolvidos pela Procuradoria-Geral de Justiça.



                                                                                               Curitiba, 15 de março de 2012.



                                                                                                 Alberto Vellozo Machado

                                                                                                   Procurador de Justiça

                                     Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça dos Direitos Constitucionais






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=15154