População pode contribuir com Plano Estadual LGBT

Data 03/12/2012 | Assunto: Direitos Humanos

O Ministério Público do Estado do Paraná por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos Além do Governo Estadual, participaram da elaboração do documento a Universidade Federal do Paraná (UFPR), o Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR), a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná (OAB-PR) e instituições da sociedade civil organizada.

O Ministério Público do Estado do Paraná por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos Além do Governo Estadual, participaram da elaboração do documento a Universidade Federal do Paraná (UFPR), o Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR), a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná (OAB-PR) e instituições da sociedade civil organizada.
O Plano Estadual de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) já está disponível para consulta pública, na página da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju). Elaborado em conjunto por organizações do governo e da sociedade civil, o documento traça diretrizes para a implementação de políticas públicas destinadas a essa parcela da população.
leia mais

Segundo a assessora da Seju Fátima Yokohama, o plano é também resultado das discussões realizadas nas conferências estaduais e nacionais LGBT, em 2008 e 2011 . "É uma política de Estado, não de governo, que responde a uma demanda da comunidade. A preocupação é que o Paraná seja efetivamente um estado que trabalhe contra a discriminação, e pela não homofobia, para além dos governos", explicou.

Há diretrizes nas áreas de educação, saúde, segurança pública, justiça e direitos humanos, família, desenvolvimento social e trabalho.


A consulta pública acontece até o dia 7 de dezembro, quando as contribuições serão sistematizadas e o documento revisado e aperfeiçoado. A expectativa é que o lançamento oficial do plano ocorra no primeiro semestre de 2013.






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=15208