Grupo de Estudos Interinstitucional de Gênero prestigia posse de Marlene Suguimatsu como presidente do TRT-PR

Data 05/12/2017 | Assunto: Direitos Humanos

Diversas integrantes do grupo marcaram presença na solenidade realizada na última sexta, 1º/12.
O Grupo de Estudos Interinstitucional sobre Igualdade de Gênero no Poder Judiciário e Ministério Público prestigiou a posse da desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu como presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) no biênio 2017-2019. Diversas integrantes do grupo marcaram presença na solenidade realizada na sede do TRT-PR na última sexta-feira, 1º de dezembro.
 
A desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu é integrante do Grupo de Estudos Interinstitucional sobre Igualdade de Gênero no Poder Judiciário e Ministério Público desde sua criação, em junho deste ano. O grupo se reúne periodicamente para traçar ações e estratégias que melhorem a representatividade das mulheres nas instituições participantes. A próxima reunião está prevista para terça-feira, 12 de dezembro, às 10h, na sede do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.
 
Marlene ingressou na magistratura do Trabalho em 1988. Desde 2001, atuou e presidiu em duas oportunidades a 2ª Turma do Tribunal. Atuou e presidiu também a Seção Especializada do Tribunal e presidiu a Comissão de Uniformização de Jurisprudência. Foi Diretora da Escola Judicial do TRT e atualmente é também professora de Direito Material do Trabalho. Seu discurso de posse como presidente foi marcado pelo sentimento de honra e de gratidão pela responsabilidade assumida, bem como pelo tom de valorização e defesa das conquistas sociais trazidas pela Constituição de 1988.
 
Estiveram presentes na posse da desembargadora a procuradora-chefe do Ministério Público Federal (MPF), Paula Cristina Conti Thá; as promotoras de Justiça Mariana Seifert Bazzo (Caop- Direitos Humanos), Juliana Gonçalves Krause e Fernanda da Silva Soares (ambas da Associação Paranaense do Ministério Público - APMP); a juíza federal Luciane Merlin Cléve Kravetz; a desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná Angela Khury; a juíza de Direito Fernanda Karam de Chueiri Sanches (Associação dos Magistrados do Paraná - Amapar); as juízas do trabalho do TRT-9ª Camila Almeida, Suely Filippetto e Vanessa Karam de Chueiri Sanche (Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª Região – Amatra); a presidente da Associação Paranaense dos Juízes Federais  (Apajufe), Patrícia Helena Daher Lopes Panasolo, além de Janaina de Oliveira Plasido (estagiária de pós-graduação em Direito – Caop - Direitos Humanos); Paola Sayuri M. Oliveira (assessora jurídica – MPF) e Gladys Pimentel (analista de comunicação social -MPF).
 
Fonte: Assessoria de Comunicação do MPF (com informações da Assessoria de Comunicação do TRT-PR)
Crédito: Jason Silva  





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=15903