Estelionatário é preso a pedido da Promotoria de Pontal do Paraná

Data 02/02/2018 | Assunto: Criminal


Foi preso nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, em Paranaguá, Litoral paranaense, um homem acusado de praticar diversos golpes relacionados à venda de terrenos na região. Ele já foi denunciado criminalmente por estelionato pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Pontal do Paraná. O pedido de prisão foi formulado pelo MPPR e cumprido pela Polícia Civil.

Conforme a ação penal, formulada a partir de investigações conduzidas pela Delegacia de Pontal, o criminoso agia sempre de forma parecida: anunciava terrenos em redes sociais ou sites de vendas a preços baixos, depois se apresentava aos interessados como dono dos imóveis, apresentando às vítimas certidões cartorárias e outros documentos, dizendo que os terrenos ofertados seriam herança de família. Feitas as negociações, as vítimas desembolsavam o valor pedido, mas logo descobriam que os terrenos pertenciam, na verdade, a terceiros e não conseguiam mais localizar o suporto “herdeiro”.

Com a prisão, espera-se que outras pessoas lesadas pelo estelionatário procurem a polícia e registrem ocorrência. Dos oito crimes de estelionato citados na denúncia do MPPR, três tinham idosos entre as vítimas.

Antes de comprar – A Promotoria de Justiça orienta, ainda, que as pessoas interessadas em adquirir uma casa ou um terreno no litoral paranaense busquem informações junto ao cartório de registro de imóveis e à prefeitura municipal, que verifiquem se o bem oferecido existe, se está regular e se quem está vendendo é realmente o proprietário.

 

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação

Ministério Público do Paraná

(41) 3250-4469






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=19985