Programa resgata história do MPPR a partir de relatos de seus integrantes

Data 15/06/2018 | Assunto:  Preservação da Memória


A partir desta sexta-feira, 15 de junho, a história do Ministério Público do Paraná poderá ser conhecida a partir dos relatos de seus integrantes. Esse é o sentido do programa "REConto", criado para resgatar a memória organizacional da instituição, por meio de entrevistas, gravadas em vídeo, de membros e servidores. A inciativa é lançada na mesma data em que o MPPR completa 127 anos de existência.

Vinte relatos já foram registrados desde setembro de 2017, quando as gravações iniciaram. Todos os vídeos ficarão disponíveis no canal do Memorial do MPPR no YouTube. A primeira entrevista foi realizada com o procurador de Justiça aposentado Cid Raymundo Loyola Junior, que atua voluntariamente como membro do Conselho Curador do Memorial. O programa foi intitulado "REConto" em alusão à abreviatura da palavra inglesa “recording”, que indica gravação, associada à palavra “conto”, que remete à ideia de contar uma história.

“Nos depoimentos, as pessoas revelam fatos, comportamentos, valores e pontos de vista que exerceram influência na história do Ministério Público”, afirma o presidente do Conselho Curador do Memorial, Sérgio Renato Sinhori, procurador de Justiça aposentado. “Além disso, o programa de história oral tem o potencial de contribuir para a sensação de pertencimento dos integrantes, na medida em que interagem com o passado da instituição e com aspectos não encontrados em registros documentais”, ressalta Sinhori.

O coordenador-executivo do Memorial, Alexandre Galvão, explica que, da mesma forma que não existe nenhum tipo de censura em relação ao conteúdo das entrevistas, não há preocupação em buscar apoio em documentos formais. “O REConto possibilita ao entrevistado registrar a sua história de vida, narrando os fatos sob o seu ponto de vista, a partir de como sentiu os acontecimentos e como os interpreta”, destaca.

Primeiros registros – Os registros da história oral do MPPR, até onde se tem conhecimento, começaram em 1991, quando foram gravadas as primeiras entrevistas. Idealizado pelo procurador de Justiça Osman de Santa Cruz Arruda, o programa foi denominado na época “Caminhos de nossa história” e contou, desde o início, com o apoio dos membros Edson Luiz Vidal Pinto e Edilberto de Campos Trovão. A entrevista mais antiga, de 10 de outubro de 1991, é do ex-procurador-geral de Justiça Jerônimo de Albuquerque Maranhão.

Os trabalhos da história oral oscilaram nos anos seguintes, sendo retomados em 2017 com a idealização do "REConto", que ampliou os depoimentos para além da história dos membros, passando a incluir também a história de vida dos servidores da instituição. A produção do programa conta com o apoio da Fundação Escola do Ministério Público do Estado do Paraná (Fempar).

127 anos – O Ministério Público do Paraná foi instituído no dia 15 de junho de 1891, somente dois anos após a proclamação da República, por meio do Decreto Estadual nº 01, expedido pelo então presidente do estado (governador) Generoso Marques dos Santos. O ato foi inscrito entre os três primeiros capítulos do referido decreto, que formalizou a organização do sistema judiciário no Paraná (livro “Decretos”, do Arquivo Público do Paraná).

O Ministério Público era então criado para “representar e defender os interesses do Estado, os da justiça pública, os dos órfãos, interditos e ausentes, perante os juízes e tribunais”. De lá para cá, muito se evoluiu e o Ministério Público foi alçado à condição de instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

Assista ao vídeo de divulgação do "REConto":
 






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=20554