Em primeiro julgamento pelo crime de feminicídio na comarca, Tribunal do Júri de Ortigueira condena réu a 19 anos de reclusão

Data 20/06/2018 | Assunto: Criminal


O Tribunal do Júri de Ortigueira, no Centro-Oriental paranaense, condenou, nesta terça-feira, 19 de junho, a 19 anos e 20 dias de reclusão em regime fechado um homem acusado pelo crime de homicídio duplamente qualificado. A sentença foi a primeira condenação na comarca pela prática de feminicídio (homicídio em razão da condição de sexo feminino da vítima).

O crime ocorreu em novembro de 2016, quando o réu teria matado sua companheira à época com um tiro. No julgamento, embora a defesa tenha sustentado a tese de suicídio, o conselho de sentença acatou a denúncia do Ministério Público do Paraná, que demonstrou histórico de violência doméstica praticada pelo acusado. Além do feminicídio, foi considerada como qualificadora o motivo torpe (a não aceitação do fim do relacionamento).

O réu já estava preso cautelarmente desde dezembro de 2016.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4264






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=20576