02/02/2012 - PIRAQUARA - Dois réus são condenados por chacina de família

Data 02/02/2012 | Assunto: Institucional


Dois réus foram condenados ontem (1) pelo Tribunal do Júri do Foro Regional de Piraquara pelos homicídios e pela ocultação de cadáver de quatro pessoas da mesma família, ocorridos em janeiro de 2006. Os corpos das vítimas foram enterrados no quintal da casa em que moravam, no bairro Jardim Holandês, em Piraquara, e encontrados meses depois do crime.

Juarez Pedreiros Mascarenhas foi condenado a 79 anos de reclusão e 70 dias-multa, a ser cumprido em regime fechado, em penitenciária de segurança máxima, pelos quatro homicídios triplamente qualificados: de seu tio, Iran Joaquim Pereira (61), da mulher dele, Joana de Padua Melo (37), e de duas das filhas de Joana, então com 6 e 3 anos de idade. O outro réu, Gilberto da Silva, foi condenado a 37 anos de reclusão e 50 dias-multa, também em regime fechado, pelo homicídio das duas crianças, que foram mortas após presenciarem a assassinato do casal.

O caso ganhou repercussão na mídia estadual, na época, devido à brutalidade dos homicídios. O casal foi morto a pauladas. Os jurados condenaram os réus nos termos da denúncia formulada pelo Ministério Público em 1º de novembro de 2006.

O MP-PR foi representado na sessão de julgamento pelo promotor de Justiça Marco Aurélio Romagnoli Tavares, da 3ª Promotoria de Justiça de Piraquara. O júri foi presidido pelo juiz de Direito Anderson Fogaça.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4226 / 4228





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=2169