Homem que matou a esposa a facadas na frente dos dois filhos em 2017 é condenado a 39 anos de prisão pelo Tribunal do Júri de Araucária

Data 26/08/2019 | Assunto: Criminal

O homem esfaqueou a companheira pelas costas, apesar da tentativa de intervenção do filho de dez anos. O outro filho, de apenas quatro anos, que brincava fora de casa, também presenciou o momento da morte da mãe.

O Tribunal do Júri de Araucária condenou na última quinta-feira, 22 de agosto, a 39 anos de reclusão em regime fechado um homem que matou a esposa, com quem viveu por aproximadamente 12 anos. O crime ocorreu na frente dos dois filhos do casal.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná, o homem chegou em casa por volta das 14 horas e, sem proferir qualquer palavra, esfaqueou a companheira pelas costas, efetuando vários golpes, apesar da tentativa de intervenção do filho de dez anos. O outro filho, de apenas quatro anos, que brincava fora de casa, também presenciou o momento da morte da mãe, que não resistiu aos ferimentos.

O crime ocorreu em 12 de julho de 2017, em Araucária, e foi investigado pela 3ª Promotoria de Justiça da comarca, que apresentou a denúncia e atuou na acusação durante a sessão de julgamento. A condenação foi por homicídio triplamente qualificado: feminicídio, uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e emprego de meio cruel, incidindo também a majorante de ter sido praticado na presença de descendente.

 

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4264






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=21840