Acesse a cobertura de evento sobre ações em voluntariado

Data 22/11/2019 | Assunto: Cidadania

Evento teve a participação de membros e servidores da instituição, profissionais e acadêmicos da área jurídica e pessoas vinculadas ao terceiro setor e ao voluntariado, que lotaram o auditório da sede do Bloco I da instituição

Evento VoluntariadoO Ministério Público do Paraná promoveu na sexta-feira, 22 de novembro, o “Simpósio do Terceiro Setor e Mostra de Voluntariado e Responsabilidade Social: pequenas ações, grandes resultados”. Realizado pela Promotoria de Justiça das Fundações e do 3º Setor de Curitiba e pelo Núcleo de Atendimento ao Cidadão e às Comunidades do MPPR (Promotoria das Comunidades), o evento teve a participação de membros e servidores da instituição, profissionais e acadêmicos da área jurídica e pessoas vinculadas ao terceiro setor e ao voluntariado, que lotaram o auditório da sede do Bloco I da instituição, na capital.

A abertura do encontro foi conduzida pela procuradora de Justiça Terezinha de Jesus de Souza Signorini, coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Cíveis, Falimentares, de Liquidações Extrajudiciais, das Fundações e do Terceiro Setor, que representou o procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia. Ela falou da mudança na forma como o Ministério Público passou a acompanhar esse segmento e também do atual perfil das entidades, que trabalham de forma cada vez mais profissional. “O voluntariado não é favor ou caridade, é ação em que o bem-estar social e individual andam juntos, em prol de uma sociedade livre, justa e igualitária, que temos a missão constitucional de ajudar a construir”, disse a procuradora.

Homenagem – O promotor de Justiça Régis Rogério Vicente Sartori, da Promotoria das Comunidades, e a promotora de Justiça Karina Anastácio Faria de Moura Cordeiro, da Promotoria de Justiça de Fundações e do 3º Setor de Curitiba, dois dos responsáveis pela organização do encontro, destacaram que um dos objetivos do evento, além de reunir apresentações dirigidas a aprimorar o trabalho de quem atua nessa área, foi prestar homenagem às diversas entidades e pessoas que trabalham com voluntariado. “É gratificante atuar com um público realmente preocupado com o próximo, que consegue alcançar e garantir direitos mínimos onde em muitos casos o Estado não alcança”, disse Karina.

“Cada vez que visitamos essas entidades, ficamos emocionados ao ver o profissionalismo e a capacidade de pessoas se doarem para o próximo”, afirmou Régis, citando Madre Teresa de Calcutá. “Penso que nossa missão é abordar cada problema de forma individual, não coletiva. Atender a pessoa, não a multidão. Se pensasse em multidões, como falou Madre Teresa, não compensaria nunca fazer nada. O que interessa é a pessoa. Eu acredito no encontro de pessoa com pessoa”, ressaltou o promotor.

A abertura do seminário teve ainda a participação do procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos, do ouvidor-geral do MPPR, Ney Roberto Zanlorenzi, e da promotora de Justiça aposentada Swami Mougenot Bonfim, que atuou por muitos anos na área de fundações e terceiro setor do MPPR.

Entidades atuantes – Pela manhã, as palestras apresentadas no encontro trataram do uso de “compliance” (ferramenta de controle e gestão do mundo corporativo), para o terceiro setor, com fala do procurador de Justiça aposentado Airton Grazzioli, do Ministério Público de São Paulo, que atuou na área de fundações e terceiro setor no MPSP. A professora e pesquisadora Fabiane Lopes Bueno Netto Bessa, doutora em Direito (UFPR) e ex-procuradora da Fazenda, abordou a questão da participação da comunidade em políticas públicas e no controle social dos órgãos públicos, a partir de veículos como os conselhos de direitos e outros mecanismos. À tarde, a superintendente do Instituto GRPCOM, Ana Gabriela Simões, falou das ações do grupo de comunicação para fomentar e difundir o trabalho de entidades que atuam com voluntariado e terceiro setor. Depois, as apresentações trataram da profissionalização do segmento – com palestra do presidente do Instituto Legado de Empreendedorismo Social, James Marins – e captação de recursos, com o chefe e a gerente do Setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe, Rodrigo Lowen e Rita de Cássia Lous.

Boas práticas – Durante as palestras, foram apresentados casos de sucesso de entidades que atuam com voluntariado e terceiro setor. Na parte da manhã, os destaques foram o Lar de Idosos Recanto do Tarumã, que desde 1921 auxilia pessoas idosas em situação de vulnerabilidade; a Escola Nilza Tartuce, fundada em 1964 e chancelada pela Unesco desde 2012, dirigida à educação especial de crianças e adolescentes; o Instituto Pequeno Cotolengo, criado em 1965 em Curitiba, voltado a prestar atendimento completo a pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade; e o Instituto Lixo e Cidadania, fundado em 2003, que atua no gerenciamento e suporte a pessoas que trabalham com material reciclável em Curitiba.

À tarde, a mostra de boas práticas trouxe apresentações do Instituto Cidadania e Voluntariado, fundado em 1998, com atuação na promoção do voluntariado consciente; do Projeto Médicos de Rua, que oferece atendimento médico, nutricional e jurídico, entre outros serviços, a pessoas em situação de rua de Curitiba; da Fundação Honorina Valente, voltada ao auxílio de idosos, crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social; do Instituto Sivis, que trabalha com mobilização social para ações em prol da democracia; e do Instituto Mãos sem Fronteiras, organismo internacional que trata da promoção do bem-estar físico, emocional e mental a partir da técnica de estimulação neural.

O evento teve apoio da Coordenadoria da Política Estadual de Atendimento ao Público do MPPR e da Escola Superior do Ministério Público do Paraná. Nos próximos dias, a íntegra das apresentações será disponibilizada na página da Escola. Acesse aqui e acompanhe.

 

Informações para a Imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4469






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=22130