MPPR denuncia criminalmente por importunação sexual homem que atacou uma jovem durante viagem de ônibus entre Paranaguá e Matinhos

Data 19/02/2020 | Assunto: Criminal

Ele foi preso em flagrante ao desembarcar e segue detido preventivamente – o réu já respondia outra ação penal por crime contra a dignidade sexual

No litoral do estado, o Ministério Público do Paraná, a partir da 2ª Promotoria de Justiça de Matinhos, denunciou criminalmente um homem que importunou sexualmente uma jovem em um ônibus. O crime foi praticado no dia 12 de fevereiro, numa viagem à noite, entre Paranaguá e Matinhos. Ele foi preso em flagrante ao desembarcar e segue detido preventivamente – o réu já respondia outra ação penal por crime contra a dignidade sexual.

Na denúncia, a Promotoria relata que “ciente da reprovabilidade e ilicitude dos seus atos, agindo com vontade livre, consciente inequívoca intenção de satisfazer a própria lascívia, praticou ato libidinoso contra a vítima [...], sem seu consentimento, consistente em tocar diversas vezes sua coxa sem consentimento.” Durante o trajeto, a moça avisou a mãe da situação, por meio de aplicativo de mensagem. A família procurou a Polícia Militar e o denunciado foi preso por uma equipe da PM logo que desceu do ônibus, em Matinhos.

Legislação recente – O crime de importunação sexual foi regulamentado pela lei federal 13.718, de setembro de 2018. No caso em questão o réu pode ser condenado a reclusão de até cinco anos. Essa é uma das primeiras denúncias destacando essa prática criminosa apresentadas pelo Ministério Público do Paraná.

 

Saiba mais

Sobre esse tema, acesse aqui o programa MP no Rádio, com entrevista da promotora de Justiça Symara Motter, do MPPR.

 

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4469






Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=22343