06/08/2009 - PONTA GROSSA - Santa Casa pode se tornar referência para gestantes com “A H1N1”

Data 06/08/2009 | Assunto: Institucional


Recomendação administrativa, feita pela Promotoria de Justiça de Ponta Grossa, nesta quinta-feira (6), solicita à Prefeitura Municipal, à 3ª Regional de Saúde e aos seus respectivos gestores, que encaminhem todas as mulheres grávidas que apresentarem quadro gripal avançado, síndromes respiratórias e/ou os sintomas da gripe “A H1N1”, para a Santa Casa de Misericórdia da cidade.

O promotor de Justiça Fuad Faraj, autor da recomendação, argumenta que o hospital é referência no tratamento de gestantes de alto risco e que possui UTI neonatal, estrutura adequada para atendimentos de urgência e de alta complexidade. A Promotoria pretende que as gestantes, que se encontram no grupo de risco da doença, tenham prioridade e atendimento especializado. De acordo com o promotor, ontem (5), uma gestante, com os sintomas da influenza “A H1N1”, aguardou atendimento em outro hospital da cidade por quase oito horas.

O Município e a Regional de Saúde têm 24 horas para responder à recomendação.


Informações para a imprensa com:
Maria Amélia Lonardoni / Jaqueline Conte
(41) 3250-4229 / 4228





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=271