16/04/2009 - CHOPINZINHO - Promotoria apresenta ação para obter mais policiamento para a Comarca

Data 16/04/2009 | Assunto: Institucional


A Segunda Promotoria de Justiça de Chopinzinho, na região Sudoeste do Estado, ajuizou nesta semana (14) ação civil pública em que requer do Estado a ampliação do efetivo de Policiais Civis e Militares na Comarca, composta pelos municípios de Chopinzinho, São João, Sulina e Saudade do Iguaçu. Na ação, o Ministério Público ressalta que a segurança pública na região encontra-se altamente prejudicada por conta da falta de policiais, acarretando atrasos nas investigações, que chegam a levar anos, grave sensação de insegurança na população e crença na impunidade por parte dos criminosos.
A ação é assinada pelo promotor de Justiça Jânio Luiz Pereira. Ele afirma que hoje, conforme apurado pela Promotoria, o efetivo da Polícia Civil na Comarca se resume a um delegado e um escrivão, que são auxiliados por dois gestores de polícia (sargentos da PM que desempenham funções administrativas), estando a Delegacia do município de Sulina desativada por falta de pessoal. A Polícia Militar conta apenas com 15 policiais distribuídos nos quatro municípios – que juntos somam uma população estimada de 38.500 mil habitantes, segundo dados do IBGE (2007). “A comunidade sente-se desamparada e desprotegida, e de fato corre risco, em razão até mesmo da fragilidade da custódia dos presos mantidos na Delegacia. As fugas são constantes”, diz o promotor.
O pedido de liminar é para que o governo estadual, em até 15 dias, designe de um delegado, quatro escrivães e quatro investigadores para as quatro delegacias que existem na Comarca, bem como garanta a permanência de, no mínimo, 18 policiais militares (sendo ao menos quatro sargentos). No mérito da ação, a Promotoria pede a condenação do Estado a designar e manter na Comarca dois delegados, oito escrivães e oito investigadores e, no mínimo, 20 policiais militares, no prazo máximo de um ano.


Informações para a imprensa com:
Patrícia Ribas / Jaqueline Conte
(41) 3250-4228 / 4229







Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=29