30/01/2013 - GAECO - Promotores denunciam nove pessoas na Operação Quadro Negro

Data 30/01/2013 | Assunto: Institucional


O Juízo Criminal da Comarca da Lapa acatou, na terça-feira (29/01), a denúncia protocolada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em conjunto com a Promotoria de Justiça da Lapa, contra nove pessoas, entre elas o ex-prefeito da Lapa e servidores municipais, por suspeitas de fraudes em licitações na área da educação.

A denúncia – por formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e fraude à licitação - é resultado das investigações desenvolvidas ao longo da Operação Quadro Negro. O GAECO do Paraná teve o apoio dos GAECOs de Santa Catarina, Distrito Federal e Minas Gerais. No Paraná, as apurações foram conduzidas pelo GAECO de Londrina e pelas Promotorias da Lapa, Araucária, Palmeira e Sarandi.

No documento, os promotores sustentam que os requeridos se associaram para fraudar processos licitatórios que visavam contratar empresas pertencentes ou ligadas às pessoas investigadas, sempre na área de educação, com suspeita de direcionamento dos procedimentos licitatórios e de sobrepreço e/ou inexecução de serviços, o que geraria o desvio de recursos públicos.

As empresas investigadas são a Associação Nacional de Apoio aos Municípios (ANAM), Instituto Fox, Instituto Eco XXI e Instituto Brasileiro de Arte e Educação.


Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4228 / 4439





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=3176