CAPACITAÇÃO – Concluído curso de ingresso de servidores do MP-PR

Data 21/01/2015 | Assunto: Institucional

Curso novos servidoresFoi concluído na sexta-feira, 30 de janeiro, o “Curso de Ingresso dos Servidores do Ministério Público do Estado do Paraná – 2015”. Desde o dia 20, os participantes receberam informações sobre a estrutura, o funcionamento, os desafios, as perspectivas e os valores da Instituição, além do papel do MP na garantia das políticas públicas. Também tiveram a oportunidade de participar de dinâmicas em seus ambientes de trabalho.
Foi concluído na sexta-feira, 30 de janeiro, o “Curso de Ingresso dos Servidores do Ministério Público do Estado do Paraná – 2015”. Desde o dia 20, os participantes receberam informações sobre a estrutura, o funcionamento, os desafios, as perspectivas e os valores da Instituição, além do papel do MP na garantia das políticas públicas. Também tiveram a oportunidade de participar de dinâmicas em seus ambientes de trabalho.

A programação, elaborada pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), incluiu oficinas com a apresentação das equipes, dos locais de trabalho, das atribuições e das funções de cada unidade, bem como dos trabalhos a serem desenvolvidos pelo novo servidor. Parte dos servidores já começa a trabalhar nesta semana, nas unidades para as quais foram designadas.

Primeiro dia –  Nos dois primeiros dias do curso (20 e 21 de janeiro), além dos servidores aprovados no último concurso do MP-PR, puderam participar aqueles que já atuam na instituição, mas que ainda não haviam passado pela capacitação. A aula inaugural foi realizada pela subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos Samia Saad Gallotti Bonavides, coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), que discorreu sobre “O Ministério Público do Estado do Paraná: desafios e perspectivas”. Segundo a subprocuradora-geral, um dos desafios dos novos servidores será transmitir à sociedade, todos os dias, os valores do MP-PR, atuando de modo a ajudar a grande parcela da população que, sozinha, não consegue superar os obstáculos impostos pelas injustiças sociais.

O ouvidor-geral do MP-PR, Antônio Cioffi de Moura, também participou da aula e reforçou a importância de se ter claro e difundir o papel do MP-PR. Para isso, ressaltou ser necessário que os seus servidores saibam ouvir e ajudar a todos que necessitam da Instituição. “Quem busca o Ministério Público, o faz como última alternativa e nós não podemos deixar de ouvi-los.”

Após a aula inaugural, foi ministrada palestra com o tema “Equipes Colaborativas: Aprender a trabalhar juntos”, proferida por Liziana Rodrigues de Souza. A professora falou sobre a importância de aprender a ceder, para conviver melhor com os outros e administrar conflitos. “Nós precisamos enfrentar os conflitos diários com um novo olhar, de modo a encontrar caminhos para viver melhor conosco e com os outros”.

No período da tarde, os servidores participaram de uma exposição sobre "A estrutura organizacional do MP-PR", seguida de explanação da equipe da Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos acerca do funcionamento e dos serviços prestados, oportunidade em que puderam conhecer as chefias de áreas. Na sequência, os servidores que já foram empossados participaram de uma roda de conversa com o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos, José Deliberador Neto. O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos de Planejamento Institucional, Bruno Sérgio Galati, também conversou com os servidores no período da tarde, discorrendo sobre a importância do planejamento para que a Instituição possa efetivamente defender os interesses da sociedade paranaense.

Segundo dia – A programação da manhã foi aberta pelo historiador Luís Fernando Lopes Pereira e pelo geógrafo Roberto Filizola, com uma mesa-redonda com o tema “Raízes do Paraná. A formação política, cultural, jurídica, social do Estado, nas suas diversas regiões”. Destacando a grande diversidade cultural do Estado, os palestrantes procuraram apresentar aspectos básicos e também curiosidades sobre a história e geografia do Estado, de forma a contemplar tanto os servidores vindos de outras regiões do Brasil, como quem é do Paraná. O painel foi mediado pela subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos Samia Saad Gallotti Bonavides.

Ainda no período da manhã, o vice-diretor do Departamento de Infraestrutura, Fabiano Saldanha Sales da Silva falou sobre “A Cultura Organizacional: adaptação e mudança”, oportunidade em que transmitiu orientações destinadas a facilitar a adaptação dos novos servidores.

À tarde, o professor Márcio Willyans Ribeiro, acompanhado pelo diretor do Departamento de Gestão de Pessoas, Luiz Carlos Mantovanelli, discorreu sobre o tema “O capital humano e excelência no serviço público. O perfil do servidor público no MP-PR”. Por de meio de exercícios práticos, que envolveram todos os participantes, ele abordou o trabalho e as tarefas inerentes aos servidores do MP-PR, características indispensáveis, restrições e retribuições reservadas aos integrantes do Ministério Público, não apenas no que se refere a rendimentos e benefícios, mas também à satisfação de contribuir para a redução das injustiças sociais e de trabalhar numa Instituição reconhecida pela sociedade.

A última exposição foi sobre a temática “Atendimento ao Público: o MP-PR e o Acesso às Políticas Públicas”. O painel foi conduzido pelas assistentes sociais Clarice Metzner, do CAOP das Promotorias de Justiça de Habitação e Urbanismo; Julia Del Valle Manez, do Centro de Apoio Técnico à Execução e do Núcleo de Apoio Técnico Especializado; Lidia Lopes da Silva Souza, do CAOP das Promotorias de Justiça Cíveis, Falimentares, de Liquidações Extrajudiciais, das Fundações e do Terceiro Setor; e Keity Fabiane da Cruz, do CAOP das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos. Elas discorreram, entre outros assuntos, sobre o trabalho do MP junto aos conselhos de políticas públicas e conselhos temáticos (ou de direitos). Um dos aspectos destacados nesta área foram os tipos de atuação, que podem ser no sentido de atender demandas específicas, mas que, sempre que possível, pelas características do Ministério Público, devem buscar beneficiar a coletividade.


Curso novos servidores
 
fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

Curso Novos servidores

fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

fotos_evento

21/01/2015





Está notícia foi publicada no Central de Comunicação Social do MPPR https://comunicacao.mppr.mp.br

Endereço desta notícia:
https://comunicacao.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=5098